VETORES EM QUE NOS MOVEMOS

Intervenções sobre externalidades ambientais:

1. PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

  • Através do recurso em larga escala à iluminação através de tecnologia LED;

2. MONITORIZAÇÃO DOS IMPACTES AMBIENTAIS

  • Monitorização das infraestruturas em construção ou construídas. Realização de estudos de impacte ambiental (EIA) com base nos quais são definidas Medidas de Minimização e Planos de Monitorização, para os seguintes descritores ambientais:

Recursos Hídricos

Medidas Implementadas:

  • Instalação de Bacias de Decantação, associadas aos respetivos leitos de macrófitas, constituindo um sistema “naturalizado” muito eficiente no auxílio à fixação de poluentes transportados em fase dissolvida ou em partículas finas – Sistema pioneiro em Portugal.

Ambiente Sonoro

Monitorização do ruído e implementação de medidas como:

  • Recurso a pavimento drenante absorvente acústico;

  • Implementação de Barreiras Acústicas.

Sistemas Ecológicos 

Proteção da Fauna e Flora, particularmente de espécies ameaçadas.
Medidas Implementadas:

  • Implementação de corredores ecológicos “naturalizados”, para passagem de fauna, reduzindo o efeito barreira das nossas infraestruturas;

  • Medidas compensatórias com a replantação de árvores de espécies protegidas (ex: Sobreiros e Azinheiras).

3. INTEGRAÇÃO PAISAGÍSTICA DAS VIAS

Desenvolvimento por sublanço de um Projeto de Integração Paisagística, para toda a envolvente das nossas infraestruturas rodoviárias.
Seleção de espécies autóctones, de forma a promover uma rápida e adequada integração da infraestrutura na área envolvente;
Implementação de cortinas arbóreas que funcionam como barreira visual de proteção às habitações mais próximas.

O contributo para a promoção de uma atuação socialmente responsável traduz-se no desenvolvimento de um conjunto de iniciativas, designadamente nas seguintes áreas:

  • Apoio Social – concretizado no apoio direto a IPSS, colaboração em projetos de voluntariado e recolha de donativos, estabelecimento de protocolos, ações de promoção da saúde e prevenção da doença, etc;

  • Segurança Rodoviária – suportada num conjunto de serviços e atividades, como sejam a assistência em viagem – disponível 24 horas por dia –  a monitorização e controlo contínuo das condições de tráfego, a monitorização da sinistralidade e avaliação das condições da infraestrutura;

  • Património e arqueologia – destaca-se o financiamento oferecido para a realização de escavações arqueológicas, no contexto da atividade de construção;

  • Investigação e Desenvolvimento - colaboração com Universidades/Instituições de Ensino Superior em projetos de investigação ou desenvolvimento e programas de estágios curriculares.

Acreditamos que as pessoas são os maiores ativos de uma Organização. Por isso, é com particular atenção que nos focamos no desenvolvimento dos nossos colaboradores e investimos na sua qualificação. Reconhecemos que o compromisso que cada colaborador assume no desempenho da sua função contagia equipas e a Organização como um todo. É nossa preocupação clarificar e alinhar expectativas de parte a parte para que todos se sintam envolvidos, partilhando do crescimento da Organização.
De entre as iniciativas desenvolvidas, destaca-se:

  • Plano de Formação Anual

  • Promoção de Segurança no Trabalho

  • Promoção da saúde e prevenção da doença

  • Realização de atividades desportivo-culturais em equipa, como vetor de promoção da coesão interna

Para que as nossas ambições de qualidade e pioneirismo sejam uma realidade, procuramos estabelecer as melhores parcerias em todos os domínios. No setor da investigação, a nossa associação e trabalho conjunto com universidades e outros parceiros de grande prestígio e competência técnica permite-nos potenciar o nosso compromisso com a inovação e a qualidade, e a nossa determinação em apresentar fatores diferenciadores no setor em que nos inserimos.
Destacamos nesta vertente o mais recente projeto – SustIMS – desenvolvido em co-promoção com a Universidade do Minho e a Universidade Nova de Lisboa. Este projeto visa desenvolver uma plataforma de gestão sustentável de infraestruturas rodoviárias que apoie e suporte a tomada de decisão na gestão da infraestrutura, com o objetivo de minimizar os custos (ambientais, sociais, económicos) associados ao ciclo de vida da mesma.
Esta plataforma permitirá gerir, de um modo coerente e sustentável, os principais elementos de uma infraestrutura, incluindo obras-de-arte, pavimentos, taludes, muros, e equipamentos de telemática. Através desta gestão integrada, será possível melhorar a qualidade da informação disponível em cada instante sobre a infraestrutura, melhorar as previsões de desempenho futuro e tomar melhores decisões em termos de conservação e reabilitação.